terça-feira, 15 de maio de 2007

Greve e outras coisas sem sentido.

O metrô disse que ia entrar em greve amanha, mas no final não vai entrar. Eles deveriam ter vergonha, sabe? De acabar com minhas esperanças assim. Mas com isso dá para refletir em como eu dependo dele. Na verdade, eu só falo do metrô para reclamar do quão lerdo/lotado ele é, e sobre como ele quebrou a tela do meu Mp3. Pobre metrô, agilizando minha vida todos os dias, promovendo a integração social e eu o tratando assim. Por essas e outras ele deveria entrar em greve.
Enfim, eu não faço nenhuma questão de ir para escola as quartas. A manhã interia só tem aula do técnico e nada de interessante no jardim. A tarde até que melhora, com literatura e qúimica. Mas que é um dia dispensável isso é. Além disso amanhã eu vou ter que fazer bancada com um ser que ultimamente se absteve de falar comigo, ou seja, o clima vai estar ótemo. Mal posso esperar.
Ah, o RockGol. Pois é, eu não fui. Eu acordei, olhei para o relógio, para minha cama, mandei uma mensagem de texto para minha amiga dizendo que não ia e voltei a dormir. Uma vergonha, nessas horas eu lembro da minha irmã falando "Olha sua vida passando", e eu só consigo pensar no meu sono.
A vida vai indo, sabe. E vai, e vai, e você escreve coisas nonsense no blog para não falar de como você gosta de uma pessoa, ou de como está com raiva de outra, afinal, vai que ela acaba encontrando isso aqui, não?
O metrô diz que vai entrar em greve semana que vem, a USP está em greve, daqui a pouco a Federal começa uma também. Eu vou entrar em greve.

Um comentário:

Tata disse...

Pq eu disse que vc tinha ficado com preguiça! Pois eh.. a vida tah passando e vc dormindo, e dps reclama.
Te amo boboca