segunda-feira, 3 de agosto de 2009

sobre a vida aquática

Cheguei ao escritório e me deparei com um aquário - daqueles legais, com sistema de aquecimento e limpeza de água e tudo mais. Dois Peixes Palhaço (ou Nemo e Neminho), um peixe estranho, roxo com amarelo que supostamente vivia escondido. Alguns caramujos, caranguejos, um camarão e vários corais.

Era bonito, e como alguém que nunca tinha passado dos peixinhos dourados, eu fiquei um bom tempo observando. E quando fui para casa, já gostava dos peixinhos e dos corais - só não dos caramujos e dos caranguejos, que eram horríveis (e continuam sendo).

No outro dia, os peixes e o camarão haviam morrido. Só quem permanecera foram os caranguejos e um caramujo. Assim, do nada.

E hoje, cinco dias depois, o aquário voltou ao seu estado de equilíbrio - ainda sem peixes, mas com os corais novamente recuperados, a água limpa. No final, os caranguejos acabaram limpando tudo, e não há nada que denuncie o que aconteceu semana passada.

(Não se tem explicação ainda do agente causador da chacina)

Nenhum comentário: