segunda-feira, 1 de março de 2010

You won't be there for me

A primeira coisa que eu pensei quando ouvi I don't care, do Apocalyptica, foi que os violoncelos eram incríveis e que a música era absolutamente legal. A segunda foi que aquela música não era só composta por violoncelos e bateria, porque tinha claramente um piano ali no meio. E a terceira foi que era óbvio que aquilo de "Eu não ligo" era uma completa mentira, porque afinal quem não se importa não escreve e não canta sobre o assunto. 
Mas como nada é tão simples assim, eu percebi que claro, ele realmente se importava, mas ele não estava mentindo para si mesmo, e sim estava tentando se convencer daquilo. É importante, quando você quer se convencer de algo, que você repita esse algo para si mesmo, mesmo que você saiba que não é verdade, porque você quer que algum dia seja.
É o que eu estou fazendo agora.



And all the things you left behind,
I don't care.

Nenhum comentário: