domingo, 4 de abril de 2010

Hakuna Matata

Minha mãe trouxe o meu filme favorito em DVD. Sabe, toda a emoção de assistir O Rei Leão de novo e tudo mais. O filme acaba de começar, estamos na cena em que o Mufasa leva o Simba para mostrar o reino e depois o Zazu chega, e então SURPRESA, ele começa a cantar.
Eu e minha mãe com aquela cara de -Q
Qual o problema das pessoas em deixar suas memórias de infância intactas? Por que precisa mudar? Eu sabia todos os diálogos e músicas, para depois aparecer o Zazu cantando o relatório matinal e shit like that? Revolta, revolta. Além disso, essas letras de filmes da Disney não são para crianças, porque né, difícil de entender o que eles dizem. Até mesmo agora que eu, er, cresci. Mas enfim, aí vem a melhor parte. O filme continua, o Simba cresce e em um momento, na cena em que o babuíno descobre que ele ainda está vivo, minha mãe diz:

"Gente, acho um barato o MACACO MACUMBEIRO".


Hakuna Matata, Hakuna Matata. Filosofia de vida.

Nenhum comentário: